Carmeliana
×
Carmeliana
Carmeliana
R$ 35,00

Adicionar ao Carrinho
Dentre os elementos naturais, as flores têm um destaque especial. A Terra, nosso Planeta Azul, ou Gaia, tem quatro estações – primavera, verão, outono e inverno – duas vezes por ano. Elas se ajustam à posição do equinócio e solstício relacionados ao movimento de translação (que a Terra realiza em torno do sol). Cada estação acontece uma vez por ano, em cada hemisfério terrestre. A primavera no Hemisfério Norte, ou Primavera Boreal, tem início, no Equinócio, em março, até 21 de junho. No Hemisfério Sul, a Primavera Austral se inicia no Equinócio, em setembro, até 21 de dezembro. Em ambos os hemisférios, a estação da primavera ocorre após o inverno e antes do verão. As estações do ano acontecem devido à relação entre a Terra e o Sol, o movimento de translação e a inclinação do eixo da Terra. É a incidência da luz do sol sobre nosso planeta que define as temperaturas, e também caracteriza as estações do ano. Mas, como toda regra tem sua exceção, embora alguns fenômenos estejam associados a determinadas estações, em algumas regiões nem sempre isso se aplica devido às altitudes e latitudes que influenciam a ocorrência de elementos característicos de cada estação. Nesta Festa das Flores, atribuímos comportamentos humanos às características das flores, o que pode ser uma maldade humana atribuir qualidades e defeitos aos outros seres vivos. A característica alegre do colorido das flores torna a primavera a estação escolhida para este livro reunindo elementos propícios para fazer a Festa das Flores, celebrando a procriação da fauna, da flora e das boas ideias.

Eliana Ferreira de Castela, nascida em Rio Branco (AC), em 1959, é atriz, com registro no MTb-RJ. Atua como produtora executiva de sua própria arte e do marido, Mané do Café. Licenciada e Bacharela em Geografia e especialista em História da Amazônia pela Universidade Federal do Acre (UFAC). Mestre em Extensão Rural, pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Autora dos livros Da Escrita Rupestre à Era Digital: Alguns poemas, e Pelos Rios ao Sabor da Fruta. Tem poemas e artigos científicos publicados em blogs, periódicos digitais, antologias e em outras mídias digitais. É uma das organizadoras, junto com Mané do Café, do calendário Folhinha Poética, http://folhinhapoetica.blogspot.com/

Jorge Carlos, mais conhecido como Mané do Café, devido aos desenhos que faz com a bebida. Optou pelo claro-escuro do café por não conseguir lidar com as cores, alegando algum trauma de infância. Instigado pela mulher e pelos amigos, até ser “esculhambado” pela poeta Lírian Tabosa, foram três anos para vencer o medo, e convidar, com simples pinceladas, as pessoas que lerem Carmeliana, a também brincarem com as cores.

CARMELIANA
ISBN 978-85-7823-328-0
32 p. il., 21x21cm
Ilustrações de Jorge Carlos
R$ 35,00