Sonetos dos amores mortos
×
Sonetos dos amores mortos
Sonetos dos amores mortos
De: R$ 40,00
Por: R$ 30,00
6× de R$ 5,54
vezesparcelatotal
sem jurosR$ 30,00R$ 30,00
R$ 15,68R$ 31,36
R$ 10,60R$ 31,80
R$ 8,07R$ 32,28
R$ 6,55R$ 32,75
R$ 5,54R$ 33,24
Você poderá escolher o número de parcelas ao concluir a compra.

* Isto é uma simulação, verifique o valor final das parcelas no intermediador de pagamentos.

vezesparcelatotal
sem jurosR$ 30,00R$ 30,00
Você poderá escolher o número de parcelas ao concluir a compra.

* Isto é uma simulação, verifique o valor final das parcelas no intermediador de pagamentos.


Adicionar ao Carrinho
Os poemas de Sonetos dos amores mortos reservam ao leitor a graça de acompanhar, como cúmplice ou voyeur, a trajetória de um amor desfeito. De início, em tom elegíaco, triste: Mas o amor pleno pus no desalento/ e meu cio em moinho só de vento. No percurso da dor traduzida em verso, a poesia escala o que os românticos chamavam de os píncaros da solidão: Estão entre aspas todas as certezas,/ enquanto o tempo corre na ampulheta,/ somando, aos grãos, a água das tristezas. E Rita faz versos que valem por mundos: A arte de amar nos nasce espontaneamente (...) O estado de amar é um sol escarlate (...). Prefácio de Geraldo Carneiro. Com fortuna crítica.

ISBN 9788578232115
Brochura
212 p.
14x21cm